5 de ago de 2019

Ei, eu Tive um Aniversário Surpresa





  
  É louco porquê sempre fui o tipo de pessoa que vive a vida, mas pensa que ninguém importa. Eis que na véspera do meu aniversário entro em uma discussão com meu amigo:

 "Nossa Thayline, você é muito dramática"

 Foi depois dessa frase que mil coisas passaram pela minha cabeça, e, apenas uma delas fez sentido: 

 "Eu acho que não".

 Dois segundos depois, me veio uma breve lembrança do dia anterior, quando disse que queria comprar um cupcake com preguiça de comprar um bolo, mas não iria porquê açucar faz mal. Contraditório.

  Não é drama, é incerteza sobre o mundo. Pensando na vida eu cheguei a conclusão que sou praticamente uma velha: daquelas que duvidam do seu pontencial. Não que tenha algo contra a idade, mas acredito que os anos te amadurecem, e com eles, uma pessoa mais duvidosa quanto as amizades e mais insegura quanto a quem pode contar. Eu sou esse tipo de pessoa (só que sem a parte de infinitos anos de sabedoria de monge). 

 Pouco depois, recebi alguns convites de coisas pra fazer no meu aniversário e estava decidido: eu iria assistir Barbie. Preparei minha agenda e deixei tudo arrumadinho para ter uma tarde de filmes interminável junto aos batidos 16 anos: nossa, que clichê.

  Chegando na casa da minha amiga, abro o portão da casa dela e me preparo para tomar um copo de água (?), então ela olha nos meus olhos e diz: "eu fiz um bolo para você" minha única reação foi dar pulinhos feito menininhas de 6 anos quando ganham chicletes em máquinas de bolinhas aleatórias e minha única reação foi gritar "nossa, mas eu ia comprar um cupcake" e eu realmente ia. O fato é que não era só um bolo, era a prova que eu tinha amigos que de fato se importavam comigo a ponto de gastar o tempo fazendo um bolo.

 Virei rapidamente a cabeça pra janela em uma giradinha e ela disse "olha pra frente, tem docinho também" corri pra mesa e quase morri do coração quando escutei meus amigos gritando surpresa. O fato é que: talvez possa ser drama, insegurança ou apenas um sentimento de incapacidade, mas jamais esperava que pessoas preparariam algo para mim (faz sentido isso?), tanto que ainda não acreditava que minha família tinha feito no ano anterior (tinha ficado bastante grata). Isso me deixou bem feliz em um looping ao mesmo tempo: no ano anterior, jamais esperaria que conheceria tanta gente legal. Talvez não nós falemos mais depois que o ensino médio acabar? Talvez. Mas posso afirmar que embora a correria, recuperação e dúvidas, eu realmente passei momentos bem legais, e aquele UNO (que quase taquei na cara dos meus amigos idiotas) era a prova daquilo, junto a minha incrível imitação de um guarda roupa no jogo de mímica.

Nossa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu fiz esta postagem com muito amor e carinho, e gostaria muito que dividisse sua opinião, mas tenha bom senso! pelo menos leia o post. Clique na opção "Notifique-me" para saber quanto te responder! ♥