Você não precisa ser produtivo sempre

 



  Sempre fui uma pessoa que queria ser produtiva o tempo todo e fazer mil e uma coisas diferentes. Eu abria alguma rede social ou youtube e sempre tinha algo inspirador que eu podia começar. Guitarra, violão, pintura, desenho. E é aquela conclusão que todo mundo já sabe mas vou repetir: NINGUÉM É BOM EM TUDO. Nem eu, nem você, nem ciclaninho que parece ser perfeito e ganha muito dinheiro.

  Por muito tempo eu tentava fazer um pouco de cada coisa. Cantar, dançar, desenhar, já que praticando é que se consegue as coisas e isso sempre afetou muito minha cabeça. Eu começava no desenho e via pessoas que desenhavam a uma eternidade e pareciam inalcançáveis e o mesmo com tudo.

 Quando eu me toquei que produtividade se tratava de fazer bem e não número de coisas que eu tentava, minhas concepções foram mudando devagar. Ainda assim, me pego triste as vezes por me sentir como se eu fosse uma pessoa que soubesse fazer várias coisas, mas nada direito. A questão é que para fazer algo com perfeição é preciso focar e em alguns momentos da vida a gente só não está na vibe de dar toda nossa atenção para algo. Somos formados de fases e fases.

 A conclusão que eu cheguei é que se quero ser boa em alguma coisa. Em algum momento eu me dedicarei para ela e darei meu melhor: nunca é tarde demais. Mas se a hora não for agora, tudo bem sabe. É importante respeitar meu tempo e meus limites. A gente não precisa ser produtivo 100 porcento do tempo.



Comentários

Postagens mais visitadas