26 de nov de 2017

20 Fatos Estranhos sobre mim (#3)

20 Fatos Estranhos sobre mim (#3)
 Oii, gente! Voltei para um quadro que vocês gostam! Esse mesmo, que só passo vergonha contando fatos peculiares sobre a minha pessoa! Pra quem quiser ver, tem a parte 1 e 2 também! Espero muito que gostem! :)

1. Amo gifs,fotos e videos de cães e gatos, são muito fofooooos <3
2. Quando eu era menor era muito, tipo muito, invocada com a Selena Gomez. Era tipo aquela pessoa que tinha total coragem de pregar posteres nas paredes e rodar o Brasil inteiro para ir em apenas um show.


3. Amo colocar referencias de filmes e séries em todo lugar, serio, acho isso um máximo! Vasculhe meus posts antigos, com certeza talvez encontre algo que deixou passar!
4. Não consigo começar o dia sem uma xícara de café, juro! Preciso de cafeina pra me deixar acordada!
5. Tenho uma paixão peculiar por tirar fotos de céu. Tenho em torno de 140 apenas pelo celular!
6. Eu demoro muito para entender piadas, vocês não tem noção! Ai passa um ano que você me contou, ai do nada e viro para você e começo a rir por finalmente ter entendido, ai a pessoa fica "que piada?"
7. Tem dia que estou completamente desligada, principalmente quando durmo tarde demais no dia anterior. É como se fosse outra pessoa hahah, nem raciocino direito.
8. Eu tenho Fotofobia: Não, não tem nada a ver com fobia de foto ou coisas do tipo, e sim com a sensibilidade a luz. Não suporto em ficar em ambientes muito claros ou mexer em aparelhos com muita claridade, então aqui em casa quando eu acordo é um "breu".
9. Meus filmes favoritos são Narnia e atualmente Doutor Estranho. É, amo essa vibe de filmes que incluem outras dimensões e afins.


10. Todo mundo considera controverso quando falo que sou blogueira, já que não sigo esse padrãozinho que a sociedade criou. Não faço looks do dia, sou super desastrada e extremamente ansiosa.
11. Literalmente toda semana passo no Correios pra enviar cartas ou em uma casa de festas pra comprar doces ou coisinhas.
12. Me lembro de uma época que me sentia tão baixinha que ia de saltinho (eu era bem mais novinha, lá pros meus 9 anos) apenas como tentativa de me encaixar e me sentir mais alta, hoje considero isso uma bobeira.
13. Todas as músicas em inglês, espanhol, italiano ou qualquer língua eu olho o tradução, sempre. Sabe, gosto de ter conhecimento do que estou cantando e qual o tema da música, além disso me ajudar muito a aprender termos da língua, como é o caso do inglês. Por esse motivo sempre deixo um paragrafo de um pouco da tradução das músicas.
14. Seja qualquer época do ano, eu vivo assistindo episódios de séries e filmes temáticos ou que me lembrem o Natal. Serio, eu amo muito o Natal. Pelo que ele representa, a união, companheirismo, e claro, quem não gosta de trocar presentes? Inclusive, tenho um amor enorme por piscas-piscas (foto de stranger things porque sim!).



15. Quando me esqueço da próxima coisa que vou falar, tendo a enrolar a ultima sílaba até eu lembrar do que ia dizer (ex: entãoooooooooooooooooo aconteceu isso... Aiiiiiiiiiiiiiiii ela caiu...).
16. Sempre estalo os dedos quando estou tentando lembrar de uma coisa que eu quero muito.
17. Amo inverno e sou fascinada pela chuva. Todo mundo odeia dias chuvosos, mas eu acho um máximo.
18.Se você me encontrar, há 80 porcento de chance de eu estar usando uma blusa de frio (é, tenho muitas) e 90 porcento de chance de estar usando um colar (geralmente uso um verde água, mas sempre tô usando colar).
19. As vezes tenho a sensação de que os espelhos estão me observando. Isso é normal? hahah, sla, uma paranoia minha.
20. Eu já tentei virar vegetariana e fiquei 5 meses sem comer nenhum tipo de carne, mas eu acabei quebrando por conta de pizza, mas ainda assim como pouquíssima (apenas quibe, calabresa e presunto) mas estou tentando parar, ainda que seja difícil.

 Enfimm.. Foi essa a parte 3 do "Passando vergonha alheia na internet" espero muito que tenham gostado! Deixe seu comentário me dizendo os números que se identificou, o que achou do post e se querem mais uma parte (sim, sou tão estranha que dá pra fazer mais partes).
 Beijão gente linda!.

21 de nov de 2017

Resenha: Imortal - A Maldição de Arthur (livro 1)

Resenha: Imortal - A Maldição de Arthur (livro 1)
 Oii, gente! Cá estou para mais uma resenha de um livro maravilhoso, e se você curte fantasia, com certeza irá amar.

Sinopse: Você acha que já viu tudo? Que já leu todo tipo de história de terror ou aventuras mirabolantes? Que já conheceu todos os demônios e anjos que poderia suportar? Na certa você ainda não conhece Cass, uma mulher temperamental que não suporta receber ordens. Ah! E que é também a filha do Diabo. Mas as coisas entre bem e mal não são tão simples como conhecemos, o bem nem sempre é bom e o mal nem sempre é tão mal assim, e desta forma, Cass, uma imortal que não aparenta ter mais do que vinte e cinco anos, vem burlando as regras e boicotando o pai. Entre aliados inesperados e inimigos surpreendentemente assustadores, a bela que já vivera muitas vidas, vai descobrir que estar do lado dos bonzinhos é muito mais difícil do que imaginava.A maldição de Arthur é o primeiro livro da série Imortal e conta como Cass e seu fiel escudeiro, Luke, partem em busca do medalhão Pendragon, herdado pelo rei Arthur, mais de mil anos antes. O único problema é que Arthur está morto e Lancelot é um imbecil. Bom... talvez nem tudo seja o que parece. Entre ajudar um antigo aliado a combater um inimigo maligno, salvar um reino, resgatar uma noiva e quebrar maldições, muitos corações serão conquistados e uma disputa pelo amor de Cass vai se desenrolar.O final é apenas o começo...
Compre: PENDRAGONAMAZON ou diretamente com a autora CLICANDO AQUI


-💖-

 Depois de muito enrolar depois de uma ressaca literária, respirei fundo, observei aquela capa maravilhosa e resolvi começar, porque sou dessas (e a Graci parecia um talento que só) e, digamos que não seja só a capa que seja maravilhosa, a história toda também.
 Ao longo da história me impressionava cada vez mais com a escrita de Graci, e não conseguia parar de ler! Cada capítulo é cativante e ficamos com vontade de ler mais e mais, principalmente por essa protagonista maravilhosa que é a Cass, e por ser filha do diabo se tornou imortal (por isso o nome do livro hahah) ela é aquela personagem que você cria laços já nas primeiras páginas, e temos também Luke, um jovem que se tornou seu fiel escudeiro (que também é apaixonado por ela), e esses dois juntos lutam contra as mais diversas criaturas sobrenaturais.
 A aventura começa quando Cass recebe um pedido de ajuda de um guardião e ela e Luke vão em busca do medalhão Pendragon, um artefato mágico herdado pelo rei Arthur e tem que ir até Lemúria salvar Gael, quem ensinou tudo pra ela que ela sabe sobre magia.
 O toque de humor na trama deixa a história muito mais divertida e leve, facilitando a leitura e deixando o livro mais viciante, além da pitada de romance inserida pela autora, com um triângulo amoroso em meio a todos acontecimentos.
  A história tem muitos (muitos mesmo) personagens, e por incrível que pareça, dá pra se apaixonar pelas peculiaridades de cada um, juro. Além de que a maneira que ela mescla esses dois mundos (o já existentes e seus novos personagens) é maravilhosa. E sim, temos Merlim, Arthur e vários personagens icônicos que provavelmente você conhece.
 Em meio a muitas aventuras, aquele humor irônico que todo mundo ama, um pouco de romance, ação e magia, eu tenho eu mãos um dos melhores livros de fantasia que eu já li.

Nota: 💖💖💖💖💖

 Espero muito que tenham gostado. 
Enfim, Beijão gente linda!

19 de nov de 2017

Aeroportos e Suas Idas e Vindas

Aeroportos e Suas Idas e Vindas
 Enquanto esperava sentada naquele imenso aeroporto, observava pessoas irem e virem, diferentes vidas, diferentes destinos e algumas que apenas queriam manter seus entes familiares no presente e não se despedir nunca.
Foto Autoral

 Alguns queriam abraçar aquela pessoa especial pra sempre, dava pra ver apenas pelo olhar, estavam tristes, distantes.
 Outros corriam. A correria do dia a dia é tanta, que nem se dava pra ver aproveitarem um segundo. Estavam sempre correndo, em sua maioria pareciam executivos. Será que ganharem mais vale tanto a ponto de perderem dos importantes, aos mais simples momentos da vida? ("Na aposentadoria eu aproveito" Será? Ou seria tarde demais? Nunca se sabe, talvez as pernas e a cabeça no bendito momento de descanso dito aposentadoria estejam fartos demais).
 Haviam aqueles que se sentavam e observavam em volta. Aquele grupo que me inclui. Que refletia muito a vida das pessoas, mas pouco da sua própria. Naquele banco ao meu lado, uma senhora respirava impaciente enquanto esperava observando ao além. Em alguns segundos eu quis saber o que se passava em sua cabeça, bem, provavelmente era algo bem inútil como "as pessoas carregam malas demais, é tão necessário assim?" Ah, espera, isso era na minha cabeça.
  Alguns pareciam estar com tanto sono que iriam dormir em pé, o grupo onde se incluía minha irmã. Os olhos se reviravam e aos poucos quase se fechavam por completo, e com a chamada dos voos, se alertavam com o espanto e repetiam o processo. Afinal, o que eu queria? Eram 5 horas da manhã.
 Meus olhos procuravam naquela tela de voos e pousos por infinitas vezes, e quando já estava abatida pelo cansaço finalmente chegou "Mãe, olha, nosso voo ali" onde estava escrito embarque próximo.
 Levantamos daquele banco e subimos umas três ou quem sabe mais escadas rolantes (estava cansada demais para contar) enquanto procurávamos o portão 12. Nossos olhos percorreram aquela grande fila de chekin e dava para se ouvir alguns suspiros vindos da minha família. 
 "Finalmente!" Minha irmã disse enquanto subia as escadas para a entrada no avião. Com cuidado, observei bem aquelas dezenas de fileiras pra ver se encontrava nossas cadeiras. "Ali!" "Tinha que serem as últimas?" disse, respondendo exausta para minha irmã. 
 Meu pai enfiou aquelas malas com muito custo no bagageiro e finalmente nos sentamos, cada um para um rumo. "Eu sou naquela outra janela" minha irmã quase gritava entusiasmada. 
 Quando meus olhos estavam quase se fechando após aqueles avisos de segurança, escuto uma voz simpática "A senhora aceita uma água? Com gelo ou sem? Também temos biscoitos: salgado ou doce?" "Com gelo, salgado" os deixei na mesinha do avião sem nem mexer, tirei uma foto para registrar a paisagem e tirei uma soneca, já que tinha dormido apenas duas horas até aquele momento.
 "Thayline, acorda, chegou!" minha mãe disse, enquanto eu imaginava as infinitas possibilidades do que poderia acontecer naquela viagem.

10 de nov de 2017

Foi Ai Que Decidi Andar de Metrô

Foi Ai Que Decidi Andar de Metrô

 Naquele domingo lá estávamos nós. Eu e meu pai sentados naquela modesta lanchonete comendo aquele pão de queijo em frente a uma pracinha e a estação de metrô. Tinha acabado de me despedir da minha irmã e da minha mãe e enquanto estavam na praia, não tínhamos nada para fazer. 
  Entre um gole ou outro de suco de laranja, disse algo inusitado em tom irônico, já esperando uma resposta negativa "Por que não pegamos o metrô e vamos conhecer o outro lado da cidade?".
 Nunca tinha andado de metrô e ver aquelas pessoas irem e virem daquela estação me deu vontade. Por quê não? Era uma boa idéia afinal. Estávamos em uma viagem para o Rio de Janeiro e não iriamos nos limitar a ficar ir e vindo do Ipanema.
 "Verdade, vamos!" "Isso vai ser uma grande aventura" disse, abrindo um enorme sorriso, como se tivesse ganhado na loteria. 
 Descemos uma escada rolante, duas, cinco. Pagamos nossa passagem com a maior adrenalina do mundo. Era algo incrível, que nunca tinhamos feito ainda.
 Vimos uma daquelas maquininhas automáticas que ao colocar as moedinhas o salgadinho cai, e fomos a loucura. Onde moramos não existe isso. O medo da máquina engolir o dinheiro era grande, mas estávamos dispostos a arriscar. O salgadinho ficou preso, mas nada que 3 socos na máquina não resolvessem.
 Lá era a estação. Literalmente não sabíamos para onde estávamos indo, estão foi fantástico. Por ser o metrô do Rio, estava completamente vazio. Nos sentamos enquanto segurávamos aquela sacolinha de trufas de chocolate, aquele pacote de salgadinho e uma garrafinha de água.
  "Pra onde nós vamos?" "Onde tem vontade de conhecer?" eu pensei, pensei, pensei... "Por quê não vamos para a última parada?" "Pode ser!" Subimos aquelas escadas rolantes e chegamos. Barra da Tijuca.
 Caminhamos enquanto riamos fazendo as piadas mais bestas que poderia se ouvir. Estávamos felizes.
 Tiramos uma selfie, sentimos as folhas caírem sobre nossas cabeças e após algumas horas decidimos voltar depois de algumas ligações da minha mãe.
 Fizemos o mesmo processo e diante aquele imenso metrô, enquanto riamos diante aquela situação cotidiana e engraçada que compartilhamos juntos. 
  

7 de nov de 2017

Top 15: Playlist Outubro/2017

Top 15: Playlist Outubro/2017

 Oii, gente! estou aqui para mais uma playlist! Se vai ter música triste? Vai. Feliz? Também. Foi um mês bastante conturbado e de bastante coisas acontecendo ao mesmo tempo, e claro que isso acaba refletindo um pouco nas músicas que escuto, e não podia deixar de escrever um post pra vocês nesse meu tempo livre, né? Queria fazer uma playlist com 30 músicas? Queria, mas é a vida... É que perdi minha playlist original, se não deixava ela toda aqui. Vamos lá!




1. Home: que música viciante, socorro! Ouvi pela primeira vez em uma cena fofíssima da série Raising Hope, foi aí que procurei pela letra e a encontrei. 

*"We laugh until we think we'll die
Barefoot on a summer night
Nothin' new is sweeter than with you
And in the streets you run afree
Like it's only you and me
Geeze, you're something to see"
//
*"Nós rimos até pensarmos que vamos morrer
Barefoot numa noite de verão
Nada mais novo é mais doce do que com você
E nas ruas você corre afree
Geeze, você é algo para ver"
Como é só você e eu




2. Royals: é antiga? é, mas juro que fui ouvir pela primeira vez neste ano hahah! Eita refrão que gruda na cabeça.

"And we'll never be royals
It don't run in our blood
That kind of lux just ain't for us
We crave a different kind of buzz"
(...)
//

"E nunca seremos reais
Não corre no nosso sangue

Esse tipo de luxo não é para nós
Nós desejamos um tipo diferente de zumbido"




3. I Wanna Know: ouvi essa música nos recomendados e ouvi. Me apaixonei pela produção do clipe e pela música em si, ai do nada solto uns "I Wanna Know". Morri ainda mais quando soube que esse Alesso é o que aparece com cara de mosca no novo clipe da Anitta hahah!

"You're the one that I see waking up next to me
And I hope it's the same for you
But you play with my mind when you send me these signs"
(...)

"Você é o único que vejo acordando ao meu lado
E espero que seja o mesmo para você
Mas você joga com minha mente quando me envia esses sinais"




4. Live Forever: que música maravilhosa, aaa <3 Eu ouvi MUITO em outubro. Conheci por indicação de um amigo meu. Mas uma coisa não posso negar, sempre rio litros com esse clipe, porque mds!

"Maybe I just want to fly
I want to live, I don't want to die
Maybe I just want to breathe
Maybe I just don't believe
Maybe you're the same as me
We see things they'll never see
You and I are gonna live forever"
(...) //

"Talvez eu apenas queira voar
Eu quero viver, eu não quero morrer
Talvez eu apenas queira respirar
Talvez você seja o mesmo que eu
Talvez eu não acredite Vemos coisas que nunca verão
Você e eu vamos viver para sempre"




5. Amanheceu: Como sempre, não podia faltar aquela música triste pro mundo chorar. Que clipe, que música. Scalene sempre aparecendo aqui com músicas de bad, né? Acontece.

"Amanheceu
Diz que não vai mais chover
Já aprendi a perder
Chegou a sua vez


Estou aqui

Onde sempre quis estar
Devo tudo isso a ti
Mas preciso voar" 
(...)



6. Sweater Weather: não tem como faltar The Neighbourhood, né? Dessa vez ouvi bastante a Sweater Weather.
"All I am is a man
I want the world in my hands
I hate the beach
But I stand
In California with my toes in the sand
Use the sleeves of my sweater
Let's have an adventure
Head in the clouds but my gravity's centered" (...)
//
"Tudo o que eu sou é um homem
Quero o mundo nas minhas mãos
Eu odeio a praia Mas eu paro
Na Califórnia, com os dedos dos pés na areia
Use as mangas do meu suéter Vamos ter uma aventura
Cabeça nas nuvens, mas a minha gravidade está centrada"



7. Terra de Gigantes: uma das minhas prediletas. Uma das, já que escolher é uma missão impossível, né? hahah. Andei ouvindo muito Engenheiros em outubro, só música maravilhosa!
"Hey, mãe!
Eu tenho uma guitarra elétrica
Durante muito tempo isso foi tudo
Que eu queria ter
Mas, hey mãe!
Alguma coisa ficou pra trás
Antigamente eu sabia exatamente o que fazer"
(...)




8. Coisa de Casa: no mês passado eu conheci a bando "OutroEu", e desde então foi vício atrás de vício! Vale a pena conhecer! Assistam esse lyric lindo :) aaaa!


"Bolo de chuva
Acho que me molhou
Que coisa absurda
Alguém já ligou pro vô?
Sai de casa sempre assim que der
Mas sai sem esquecer que a sua casa é sempre aqui
Sair de casa é só pra quem quer
Pois a coragem anda a pé
E vai te levar pra longe"
(...)




9. Riptide:"mano" que música! Eu nunca tinha ouvido a original, apenas covers como o do "Vazquéz Sounds" mas eu acabei achando ela acidentalmente e não canso do replay. Assistam esse clipe, por favor, sério, é um dos mais bem feitos e criativos que já vi.


"Uh ooh oh ooh ooh

Oh ooh oh ooh and they come unstuck
Lady, runnin' down to the riptide
Taken away to the dark side
I wanna be your left hand man
And I love you when you're singin' that song and
I gotta lump in my throat 'cause
You're gonna sing the words wrong" (...)
//

"Uh ooh oh ooh ooh

Oh ooh oh ooh e eles vêm desatar
Lady, correndo até o riptide
Eu quero ser seu homem da mão esquerda
Tirado para o lado escuro
Eu tenho que dar um nó na garganta porque
E eu te amo quando canta essa música e
Você vai cantar as palavras errado"





10. Pra Eu ser Sincero: Engenheiros de novo? Sim sim! Outra música que amo deles. Essa por incrível que pareça conheci esse mês!


"Pra ser sincero

Não espero de você
Mais do que educação
Beijo sem paixão
Crime sem castigo
Aperto de mãos
Apenas bons amigos


Pra ser sincero
Não espero que você
Minta
Não se sinta capaz
De enganar
Quem não engana
A si mesmo" 
(...)


11. Boulevard Broken Dreams: ouvi muito Green Day, e quando digo muito, foi muito mesmo! E uma das músicas que não sei nem quantas vezes ouvi, foi Boulevard Broken Dreams (um hino desses!).

"I walk a lonely road
The only one that I have ever known
Don't know where it goes
But it's home to me and I walk alone

I walk this empty street
On the boulevard of broken dreams
Where the city sleeps
And I'm the only one and I walk alone
I walk alone I walk alone
I walk alone I walk a" (...)
//
Eu ando por uma estrada solitária O único que já conheci Não sabe para onde vai Mas é o lar de mim e eu ando sozinho Eu ando por esta rua vazia Na avenida de sonhos quebrados Onde a cidade dorme E eu sou o único e eu ando sozinho Eu ando sozinho Eu ando sozinho Eu ando sozinho Eu ando um"



12. Calabouço: eu conheci Scatolove também em outubro, mas já sei praticamente o cd todo de trás pra frente hahah! Esses dois, esse clipe e essa letra, mds. Só... Ouçam.

"É fácil falar que não quer ver
Tanta terra em mim
Ficam me olhando do canto do olho
Mas ninguém joga flor em mim

Tão difícil se aceitar
Quando seus espinhos só
Furam você
Alguém me diz que vai

Me salva
Me encanta
Restaura a fé no mundo
Entrei, não consigo mais sair do calabouço
(...)



13. The Sky is a Neighborhood: agora um rock recente! lançou em agosto, e desde então andei ouvindo cada vez mais (Eu rio muito dessas luzinhas nos olhos deles, socorro kk).

"The sky is a neighborhood
So keep it down
The heart is a storybook
A star burned out
The sky is a neighborhood
Don't make a sound
Lights coming up ahead
Don't look now" (...) 
//
"O céu é um bairro
Então mantenha-o para baixo
O coração é um livro de histórias
Uma estrela queimou
O céu é um bairro
Não faça um som
Luzes que se aproximam
Não olhe agora"






14. Revolution Radio: que música, que lyric! Tinha que ser Green Day, lógico!

"Scream, with your hands up in the sky
Like you want to testify
For the life that's been deleted
Sing, like a rebel's lullaby
Under the stars and stripes
For the lost souls that were cheated
We will be seen, but not be heard" (...)
...
"Grite, com suas mãos levantadas para céu
Como se quisesse testemunhar
Pela vida que foi suprimida
Cante, como se fosse uma canção de ninar de um rebelde
Sob as estrelas e listras
Para as almas perdidas que foram enganadas
Seremos vistos, mas não ouvidos"




15. Why: Pra fechar aquela música tranquilinha acústica da linda da Sabrina Carpenter, lógico!

"You like New York City in the daytime
I like New York City in the night time
You say you like sleeping with the air off
I don't, I need it on
You like the light coming through the windows
I sleep late so I just keep 'em all closed
You ignore the music on the radio
I don't, I sing-a-long" (...)
//
"Você gosta da cidade de Nova York durante o dia
Eu gosto da cidade de Nova York durante a noite Você diz que gosta de dormir com o ar desligado Eu não, eu preciso disso Você gosta da luz que vem pelas janelas Eu durmo tarde, então eu apenas os mantenho todos fechados Você ignora a música no rádio Eu não, eu canto um pouco"





  Eu sou literalmente a pessoa com as playlist mais aleatórias do mundo, socorro! Aqui tivemos das músicas mais calmas até rock, mpb, americanas, brasileiras... Espero muito que tenham gostado!
 Enfim, beijão gente linda!

5 de nov de 2017

Como Centralizar a Data e o Título dos Posts?

Como Centralizar a Data e o Título dos Posts?
  Oii gente, hoje estou aqui para um post bem simples, ensinando vocês a como centralizar a data e o titulo dos posts.

(Aviso: Ahh...  Sei que estou off, é que estou em uma viagem para o RJ, exatamente! E prevejo muitos posts legais em breve!)

 Isso já me incomodou tanto! Mas já fazem alguns meses que uso um tutorial bem rapidinho de centraliza-los facilmente com um trecho bem breve de html Ahh.. lembre-se de salvar seu layout antes de fazer as alterações caso ocorra algum erro.


Pra isso você deve ir em LAYOUT> AVANÇADO> ADICIONAR CSS

 No "Adicionar CSS" haverá um grande retângulo com fundo branco, e a única coisa que você deve fazer é colar:

Para centralizar o título dos seus posts:


h3.post-title {text-align:center;} /* centralizar titulo dos posts */

Para centralizar a data:

.main-inner h2.date-header {text-align: center; /* centralizar data dos posts */


 Enfim... Espero que tenha ajudado!
Beijão gente linda! :)

Posts Recentes

Copyright © 2016 Simplesmente Criativa , Blogger