Eu Viajei Sozinha


Aquela quinta feira estava sendo realmente estranha. L√° estava eu, √°s 5h da manh√£ observando com um longo suspiro aquela imensa mala. 

 √Č estranho pensar que pequenos momentos que mesmo taxados de in√ļteis podem nos mudar.  
 At√© aquele momento considerava aquilo um simples viagem, como se n√£o tivesse feito qualquer resqu√≠cio de diferen√ßa na minha vida. 
 Eis que me sentei, e ao som de ~Sweet Dreams~ mentira, era Happier, do "Edinho" eu percebi como mudaram. 
  Agora tinha novas piadas internas, como "paxtel" e "VEII", tinha novos micos para serem contados, como no dia que entrei no quarto errado, equipe errada, me perdi ou at√© mesmo que fiquei nadando em c√≠rculos em um caiaque.
  Conheci no m√≠nimo 20 pessoas e soube mais sobre pelo menos 10. Aumentei minha playlist com algumas indica√ß√Ķes e posso ter certeza que agora eu tive um dia na minha vida que n√£o gritei com algu√©m depois de ligar a luz do quarto enquanto dormia.
  Criei novos amigos, e alguns que sei que, quem sabe, leve realmente para a vida.

  Me lembrei de uma semana atr√°s e eu entrando naquele √īnibus receiosa do que iria encontrar e meu rosto em alguns momentos com sorrisos vazios.

  L√° foi mesmo tudo isso? A resposta √© n√£o. N√£o foi tudo isso. O que deixou a viagem especial n√£o foi o lugar, e sim as pessoas que estavam nela, o que deixou tudo mais incr√≠vel.
 E ali estava, me enchendo de pensamento enquanto desdobrava aquelas roupas e ajeitava simples coisas, eu e meus devaneios.